Arquivo da categoria: Uncategorized

Mas você pega carona, né?

Quando falo que sempre optei por viver sem carro desde sempre, procuro evitar colocar as coisas num tom de “sinta-se culpado por ter um carro, eu vivo sem um e você deveria fazer o mesmo”. Não é fácil estar completamente … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Desaforo

Parece improvável, mas só agora, com quase dois anos de bicicleta, rodando pra cima e pra baixo, alguém se deu à liberdade de me dizer um desaforo gratuito numa ação de opressão direta à minha escolha de me locomover de … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Ciclovia ilegal de Ilhéus

Normalmente este blog não reproduz notícias, ou experiências que não sejam minhas, mas esse caso vale a pena. Vejam esta notícia. Meu comentário é que: É óbvio que a ciclovia é ilegal. É óbvio que a expectativa dos ativistas não … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

O terror tarda mas não falha

Chegou! Estava achando estranhíssimo que as histórias de terror sobre as bicicletas do Itaú não tinham chegado ainda. Mas chegaram. Estão finalmente ocupando redes sociais e se infiltrando nas conversas de Natal, nos encontros familiares, nas histórias terríveis de prontos-socorros, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

A vida imita Didi Mocó

Esses dias saí para pedalar na companhia de meu irmão e o tempo estava fechado. Evito pedalar na chuva, opto por qualquer outro meio. Mas não estava chovendo ainda e Salvador não permite previsões. Não são umas nuvens escuras no … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

De parar o trânsito

Andei parando o trânsito. Por breves momentos. E foi interessante como num mesmo dia, rolaram interrupções bastante diferentes porém com significados próximos uns dos outros. Como pedestre, não gosto de fazer um carro parar para eu atravessar, se eu não … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Mais laranjas e sobre como informar

Ontem passei por 2 pessoas em bicicletas do Itaú, que andavam pela calçada do Rio Vermelho. Uma calçada estreitíssima que mal dá pra passar duas pessoas ao mesmo tempo. Na direção oposta à dos carros. Passei, claro, andando no fluxo … Continuar lendo

Nota | Publicado em por | 2 Comentários