Eu que sou chato

– Oi, Camilo, comprei um carro.
– Nossa, um carro? Mas tá usando cinto de segurança, né?
– Claro.
– E tem air-bag. O carro tem boa estabilidade? Os pneus tão alinhados? Você tem que ficar sinalizando em todos os lugares onde vai entrar…
– Lógico…
– É importante! E andando dentro do limite de velocidade, né? Extintor em dia, pneus calibrados, tudo isso. Comprou óleo? Aquele fluido rosa do radiador?
– Que fluido… Rosa?
– É, pô! E se seu carro pifa no meio da rua, tem que saber essas coisas, ter uma caixinha de ferramenta no porta-malas, um step, triângulo, macaco, chave de boca, eu tenho um amigo motorista que sabe como funciona todas as partes do motor…
– Sim, pô, eu sei como é que usa um carro.
– Não, sim, veja bem, claro, é que todo ano morre uma cacetada de gente dirigindo carro, e ainda acaba matando outras pessoas, é perigoso pra caramba!
– Nem tanto, Camilo, muita gente usa carro…
– E pra estacionar como é?
– Como assim?
– Como é que faz? Para em estacionamento? Paga toda vez?
– As vezes tem vaga que não paga, e…
– E paga pro flanelinha, tal, um amigo meu foi ameaçado por um flanelinha uma vez.
– Velho, relaxe. Eu sei usar um carro. Já tive carro antes. Conheço as regras…
– E você para no sinal vermelho, né? Faixa de pedestre mesmo quando não tem sinal, sabia? Se tiver alguém pra atravessar, o carro tem que parar. Vários motoristas furam sinal vermelho
– Claro que eu paro no sinal vermelho…
– E capacete, tá usando capacete?
– …

É assim, motoristas, que a média das pessoas que nunca pararam para pensar sobre bicicleta, que nada sabem sobre bicicleta, tratam um ciclista.

E o povo diz que ciclista é que é chato.

Legal.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Eu que sou chato

  1. mariocorde disse:

    Muito bom o seu blog meu caro, conheci-o por meio da reportagem no ibahia no ano passado, tento ler sempre, tentei comentar algumas vezes mas infelizmente, por algum motivo sórdido, não aparecia o botão “Publicar comentário”. Sou soteropolitano porém hoje moro no Rio de Janeiro, uso a bicicleta mais por lazer e para atividade física. Graças ao seu blog tenho pensado na ideia de ir ao trabalho de bicicleta. No verão é simplesmente impossível, mas em tempos de inverno carioca soa até agradável.
    A estrutura de ciclovias daqui é bem superior a de Salvador, mas o caminho da minha casa para o trabalho é meio que no nível HARD, seria como andar na pista marginal da paralela por 10km. Com os motoristas de ônibus mais loucos que os de Salvador, porém quando mais próximo do trabalho um engarrafamento natural.
    Enfim, agradeço pelos textos e irei tentar comentar mais vezes.
    Um forte abraço.

    Mário Cordeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s