Voltando – Juazeiro, Conquista e Cachoeira

Quando a vida fica difícil, o blog fica em terceiro plano.

Agora que estou voltando a pagar as contas, escrevamos.

Tenho passeado por várias outras cidades menores que Salvador. A trabalho.

Saindo do aeroporto-miniatura em Conquista, esbarramos de cara com uma ciclovia de largura respeitável. Com ciclistas dentro. A cidade é cortada pela Rio-Bahia, e todo mundo com quem a gente trabalhou, se concentra de um lado. Do outro, está o misterioso “Bairro Brasil”. Na passagem pelo Bairro Brasil, muitas ciclovias, muita gente de bicicleta, tem cara de ser uma parte mais pobre, mais proletária da cidade, pouco ou nada desejada pela classe média. Talvez por isso, abundante em pedais.

Petrolina eu só vi muito ligeiro, porque fui de avião para Petrolina só para pegar um táxi para Juazeiro, onde fui trabalhar. Mas nessa passagem, vi também dezenas de ciclistas. E só uma minoria andando na contra-mão. Mas tanto numa quanto noutra, a frequência de bicicletas aqui e ali é bastante alta. Não acho que tenha saído pra rua uma vez sequer sem ver alguém pedalando. Homens, mulheres, crianças, idosos.

A produtora local de Cachoeira garante que vai pra lá e pra cá de São Félix pra faculdade e vice-versa no pedal, mas não vi. Vi 3 bicicletas em Cachoeira. O chão de paralelepípedo de cidade histórica deve realmente ser chatinho. São Félix ainda por cima é uma ladeira só.

Achei Conquista e Cachoeira mais agradáveis de andar, muita sombra pra lá e pra cá. Já Juazeiro, não tem São Francisco certo. Muito quente, e as ruas com muros pra todo lado, e muros baixos insuficientes pra dar sombra, então nem consegui ver muito de cidade no pouco tempo que tive, porque o desgaste é muito grande.

Parece que bicicleta e moto são escolhas mais frequentes nas cidades menores. Com a diferença que fica a impressão de que está de bicicleta, aquele que não tem dinheiro pra comprar uma moto.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Voltando – Juazeiro, Conquista e Cachoeira

  1. wille disse:

    Trabalho em Cachoeira e lá tem pouca bicicleta mesmo. O único lugar caminhável de Cachoeira é na beira do rio. No restante faz muito calor. Tenho que atravessar o centro todo dia para ir almoçar e é péssimo. As ruas são estreitas demais e as calçadas com menos de um metro de largura. A prefeitura até proibiu estacionamento em alguns locais, mas, por motivos escusos, em alguns pontos críticos tá tudo liberado ainda. Em São Félix, o trânsito é mais tranquilo… Atravessar a ponte andando é muito bom também!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s