Invisível

Daí o cara é passageiro em um ônibus, sentado, na sombra, com o trânsito livre, pensando na vida, ouvindo Pablo sem fone no seu celular e resolve dar uma cusparada pela janela com o coletivo em movimento.

QUAL A PIOR COISA QUE PODE ACONTECER?

Cair no teto de um carro? No capacete de um motociclista? No braço de um ciclista?

Ah, filho de uma vaca-manca-vesga-torcedora-do-Bahia-de-Feira-perdida-na-Lavagem-do-Bonfim-fazendo-a-procissão-na-direção-errada-catando-moeda-de-5-centavos-pra-comprar-uma-Pitú-Cola, sua desgrama.

E cuspiu duas vezes.

Persegui o ônibus. Enquanto eu perseguia ia me questionando se eu queria realmente alcançar este elemento híbrido de bovino manco com homo sapiens e mandar ele à merda por cuspir nos outros.

Sei lá, eu normalmente tendo a evitar conflitos que não têm como ter uma resolução positiva. Mesmo se esse lazarento (ou lazarenta, nem consegui ver) aprender a não cuspir pela janela do ônibus, ou se não aprender, eu nunca mais vou ver essa pessoa. E aquela gosma já tinha batido no meu braço de qualquer forma. O que se pode ganhar desse conflito? Sempre penso nisso.

Como eu disse, o trânsito estava livre, o ônibus sumiu no horizonte. Não alcancei.

O energúmeno está no ônibus em movimento e o que está fora, está fora. É como se fosse outra dimensão. Aí joga-se papel, pilha usada, cusparadas pela janela em movimento tudo pode, porque não vai cair na sua cidade, não vai na cabeça de alguém, um skatista, uma senhora esperando pra atravessar a rua, um cachorro que não fez nada pra ser cuspido… Não. Você joga pela janela e vai parar na Terra do Nunca! Não se trata de uma relação com o automóvel, aqui, mas  de uma relação com a cidade. Ou uma falta de relação com a cidade, ou de um entendimento mínimo de como ela funciona, ou como poderia funcionar.

E ainda cuspiu duas vezes!

Mas só pegou uma.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s