Um idiota na contra-mão

Me “esbarrei” com este vídeo dia desses.

Assistiu tudinho? Para quem não entende inglês, o diálogo foi mais ou menos assim:
– Oh! Você está bem?
– Sim. Você vinha na direção errada.
– E você não estava na faixa de pedestres.
– Você está certo.
– Siga em frente…

Aparentemente outra pessoa pergunta: “you’re right?” ou talvez tenha sido “you’re alright?”. Na primeira forma seria “você está correto?”, na segunda: “você está bem?”.
O ciclista responde:

– Sim, estou. Ele não estava usando a faixa de pedestres. Uma coisa pela outra. Tá OK, continue andando.

Atenção aos detalhes. O ciclista vinha na contra-mão entre os carros segurando-mais-ou-menos o guidon com a mão esquerda. O fluxo da rua é apenas em um sentido, o pedestre antes de atravessar a rua observa se vem algum automóvel do lado por onde eles deveriam estar vindo. Não vem. Então decide que é seguro atravessar.

O ciclista está errado diversas vezes. Ele poderia ter freado, mas não estava com as mãos no guidon. Ele estava na contra-mão. Não estava na borda da pista. Após o choque ele responsabiliza o pedestre por não estar na faixa de pedestres.

Assim como o pedestre só checou um lado da rua, um caminhão pode também só checar um lado da rua e decidir que é seguro entrar na pista. É nessa hora que o idiota na contra-mão acaba morrendo achando que a culpa é do motorista do caminhão que não olhou para os dois lados.

O pedestre está apenas semi-errado uma vez: ele estava bastante próximo de uma faixa de pedestres. Semi-errado porque, sem trânsito, ele pode atravessar fora da faixa. E ele checou.

Se ele não se chocasse com o pedestre, alguém poderia ter aberto a porta de um carro – olhando apenas pelo retrovisor se vinha alguém, ou o ciclista que seguia na direção correta poderia se esbarrar, também, com o elemento que vinha meio distraído.

Também por isso, amiguinhos, não andem na contra-mão.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Um idiota na contra-mão

  1. Priscila disse:

    Por acaso encontrei teu blog , li ( li o blig todo ) e que bom que vc parou de falar ‘Querido Diario’ no começo do post hahahah . Enfim, Parabéns! Gostei da atitude ,das historias ,da sua maneira tao simples e cativante de abordar sua vida de ciclista urbano .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s