2 de Abril

Querido diário,

Saí às habituais 6h40 rumo a São Lázaro, 4,3 Km. Sol ameaçando chover. Ficou na ameaça. Já estava mau humorado porque dormi pouquíssimo, e na Curva da Paciência um utilitário cinza de vidro fumê (bem como na música de Lucas Santtana) buzina como quem diz “tô passando”, e passa, realmente, a 3 cm da bicicleta. Ignorou a minha presença e meteu. Primeira vez que algo assim me acontece. Os carros não estavam rápido, ele não passou rápido, o trânsito não estava especialmente livre com uma bicicleta atrapalhando. Ao não esperar ele “economizou” 3 segundos, se tanto. O retardado deliberadamente optou por me colocar em risco. Mentalizei “capota, capota, capota, perda total, perda total, perda total!”, mas ele não capotou. Quem sabe até o fim do dia. Vou continuar mentalizando.

Na primeira metade do caminho vi dois ciclistas que também saiam para seus compromissos matinais, assim como eu e minha esposa. Iam tranquilos com bikes bonitas e sinalizadas fazendo quase tudo certo, porém iam pela esquerda.

Na volta combinei de encontrar com minha mulher no meio do caminho para acertar as coisas para o resto do dia. Chegamos no ponto de encontro precisamente ao mesmo tempo. Magia. 4.3 Km com sol e ainda ameaça de chuva. Mais tarde a chuva caiu, mas teve a gentileza de esperar eu me abrigar.

O resto do dia a bicicleta fica em casa.

Segunda-feira, 2 de Abril, 8,6 Km. Total: 120 Km.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s