1 de Abril

Querido diário,

Hoje não pedalei.

Até saí de casa para uma distância pedalável, mas resolvi ir andando. Acho que a empolgação da novidade começa finalmente a se dissipar.

Assim que descobri a bicicleta, queria ir do quarto para a cozinha pedalando, pelo prazer de pedalar. O prazer de pedalar, porém, reabriu as portas do prazer de andar. A preguiça de andar e subir ladeira e escadas, e tomar um solzinho na cabeça é um dos sintomas graves da carromania, seja você um motorista, um caroneiro ou um usuário de táxi e ônibus. Andar é um fardo.

Nunca fui especialmente preguiçoso para andar ou correr, mas agora que tenho me sentido disposto diariamente, percebo que embora abaixo da média, minha preguiça tomava um espaço já notável dos meus dias.

Amanhã pedalo de novo.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s